Jornal do Síndico

Coluna Sindicon

Auditoria garante transparência na administração dos condomínios

10/09/2015 Sindicon Geral

Uma decisão recente da Justiça de São Paulo serve de alerta para todos.

A juíza Lilian Lage Humes, da 1ª Vara Criminal Central da Barra Funda (SP), condenou homem acusado de apropriação indébita. O réu, que ocupava o cargo de síndico do edifício onde morava, teria se apropriado de R$ 22 mil pertencentes ao condomínio.

O síndico condenado terá que prestar serviços à comunidade pelo período de um ano e quatro meses, além de pagar multa no valor de 15 dias-multa.

Ressalto que para evitar esse tipo de problema bem perto de você é importante que todos os condôminos participem das reuniões, momento para análise das contas e acompanhamento de perto tudo o que está acontecendo onde você mora ou trabalha.

O síndico deve contratar uma auditoria, principalmente quando for deixar o cargo. Isso evita, por exemplo, qualquer questionamento futuro, e serve, para identificar possíveis irregularidades, como a de São Paulo, citada no início deste texto. A auditoria também pode ser solicitada pelos condôminos durante as reuniões. A auditoria serve ainda para verificar se as contribuições sociais dos trabalhadores, bem pagamentos de impostos, estão sendo feitas de acordo com a legislação.

Recomendo uma auditoria também no início do mandato do síndico. Um profissional especializado pode identificar se a prestação de contas está em dia, evitando qualquer problema futuro para quem está assumindo o cargo. Se isto não for feito, o síndico pode ser penalizado por um problema da gestão anterior. Fica o alerta!

Assessoria para síndicos de condomínios associados

Questões atinentes à administração do condomínio, departamento de pessoal, relações entre condôminos e entre o condomínio e terceiros.

Atendimento por telefone
  • (31)3281.8779
  • 11:00 às 12:00 horas
  • 16:00 às 18:00 horas

mediante prévio agendamento